CDKN-BID-CARBON TRUST:
“Os benefícios da eficiência energética: impulsionando o mercado na América Latina e no Caribe”



APRESENTADORES: María José Pacha, CDKN – Esteban Suarez, BID – Ana Muñoz, Carbon Trust – Alan Viale, Efizity.

DATE:19/04/2017

TÓPICOS:Eficiencia energética, finanzas verdes, bancos nacionales de desarrollo, PYMEs, desarrollo sustentable

 

DESCRIÇÃO:

Este webinar “Os benefícios da eficiência energética: impulsionando o mercado na América Latina e no Caribe” é organizado pela CDKN em colaboração com o BID e a CARBON TRUST, no dia 19 de abril, das 10h às 11h AM (Bogotá/Lima/Quito).

 

O papel principal da eficiência energética (EE)

A energia desempenha um papel fundamental para o desempenho econômico de qualquer empresa e seu uso eficiente representa uma oportunidade para as pequenas e médias empresas (PME) fortalecerem seus processos de produção, aumentarem sua competitividade e promoverem sua modernização, economizar dinheiro e exercer um impacto positivo no meio ambiente através da redução de gases de efeito estufa (GEE). A eficiência energética pode desempenhar um papel fundamental na redução do impacto do crescimento da demanda de energia na região da ALC e fornecer uma série de múltiplos benefícios, como: redução de custos e demanda de energia em diferentes setores, como edifícios, hotéis, hospitais, clínicas, setor agroindustrial, etc.; aumentar a produtividade e a competitividade das PME; melhorar o emprego; e reduzir as emissões de GEE. Na região da América Latina e do Caribe, as PME constituem uma força econômica vital para a região, pois representam uma diversidade de atividades produtivas e constituem uma fonte essencial de emprego, promovendo a competitividade e o crescimento sustentável na região. A eficiência energética é um desafio e é fundamental para as PME nesta região, pois as atividades de eficiência energética permitem economias significativas nos custos de energia.

Conforme observado pela Agência Internacional de Energia (AIE), a eficiência energética é o elemento mais importante para manter atingir a meta acordada de 2°C em todo o mundo até 2020. Nesse sentido, o Acordo de Paris inicia um processo de transformação e inovação na economia mundial para mitigar as mudanças climáticas e mitigar seus impactos. É por isso que o financiamento desempenha um papel crucial na aceleração e expansão da disponibilidade de recursos para ações climáticas e, entre elas, na aceleração da eficiência energética. As instituições financeiras, especialmente os bancos nacionais de desenvolvimento, desempenharão um importante papel na implementação do Acordo, possibilitando que os países cumpram suas contribuições nacionais por meio de seus planos de investimento, se beneficiem das oportunidades que as transformações econômicas criam, acessem financiamento climático para adaptação e mitigação e redução dos riscos climáticos, principalmente aqueles associados aos riscos emergentes de ativos abandonados devido à substituição total de combustíveis fósseis nos sistemas globais de energia.

Este webinar apresentará alguns exemplos de instrumentos e programas inovadores para abordar o financiamento de projetos e programas de eficiência energética na América Latina e no Caribe. Especificamente, serão apresentados exemplos práticos implementados na ALC por meio do Programa ESI, gerenciado pela Divisão de Conectividade, Mercados e Finanças (CMF) do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) em diferentes países da região, como Colômbia, México e El Salvador, entre outros. Em seguida, abordaremos o projeto financiado pela CDKN e implementado pela Carbon Trust e parceiros, no Peru, sobre a identificação de medidas de eficiência energética nas PMEs do país.


Agenda
  • Introdução: Maria José Pacha, Coordenadora de Conhecimento e Gerenciamento de Redes da Aliança para o Clima e o Desenvolvimento (CDKN)
  • Eficiência energética na América Latina: desafios e oportunidades (expositor a confirmar)
  • O Programa ESI como um instrumento inovador para promover o financiamento da eficiência energética e superar as barreiras existentes na região: Esteban Suárez, Coordenador Regional do Programa ESI, Divisão de Conectividade, Mercados e Finanças (CMF), Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).
  • Promoção da eficiência e sustentabilidade energética nas PME do Peru: Ana Muñoz, Carbon Trust
  • Comentários dos participantes: Alan Viale, Efizity.
  • Bloco de perguntas dos participantes.




 

This post is also available in: Espanhol

  • es
  • pt-br